quinta-feira, 24 de junho de 2010

E a profecia se fez realidade...

Sério...

Quando coisas muito brabas acontecem comigo, a primeira coisa que lembro é de tudo o que pensei na véspera do Reveillon 2009 pra 2010. Chorei com medo do que o novo ano me reservaria, mas não pensei duas vezes ao dizer que queria que o ano novo, viesse com vida nova para mim.

E está se concretizando.

Novo Ano, nova vida, nova casa, novo carro e agora só me resta um novo amor... Não que eu esteja contando com isso, na verdade nesse quesito eu vou dar um belo "break". Me decepcionei bastante e não creio que seja capaz de gostar de alguém logo, assim na lata... Não vou me envolver com ninguém. Mas se o termômetro um dia subir e aquecer meu coraçãozinho, com certeza me entregarei de corpo e alma.

Mas agora não. Agora minha prioridade única e exclusiva é a felicidade do meu filho. O sustento dele, a saúde.

  • Eu já fechei os olhos para o preconceito em nome do amor que eu sentia;
  • Eu já lutei por quem eu amava, mesmo sem haver retribuição desse amor; 
  • Eu já conversei e tentei expôr a situação para resolver da melhor maneira; 
  • Eu já fiquei chateada por perceber que todas essas conversas foram em vão;
  • Eu já escutei muita gente dizendo coisas altamente invejosas por conta desse relacionamento e ignorei;  
  • Eu já fui muito humilhada e ofendida por conta da minha deficiência; 
  • Eu já me entreguei na tentativa de reatar o relacionamento e começar do zero; 
  • Eu já avisei que o relacionamento estava beirando no fim por teimosia e influência dos outros e fui motivo de deboche por isso; 
  • Eu já fui contra os conselhos dos meus pais na tentativa de fazer meu relacionamento dar certo e foi só pra quebrar a cara; 
  • Eu já engoli sapo quando vi que meus pais tinham razão e eu estava errada sobre tudo; 
  • Eu já percebi que estava sobrando na história e não posso competir mais.
  • Eu já me conformei de que não adianta mais tentar, persistir no erro é burrice...
  • Eu já estou virando a página da minha vida e começando tudo do zero.


      E eu acredito que ainda serei muito feliz, porque eu luto pelos meus objetivos e não fico esperando a oportunidade bater na minha porta! Eu sou guerreira e eu vou conseguir! \o/