terça-feira, 6 de julho de 2010

Enquanto as coisas não acontecem...

... como planejado, tenho mais é que curtir os momentos que tenho com meu filho. E como podem ver, meu bebê anda se divertindo a valer! E o que podemos fazer por ele, fazemos!

No aniversário de minha irmã, nos programamos ir para uma casa de praia com piscina, bom, tá mais pra apartamento, mas enfim...
Foi muito bacana porque o bebê interagiu mais com os primos, brincou bastante na piscina e até jogou bola! 

Depois dos parabéns para minha irmã, fomos para casa e depois para a missa. O percurso da praia para casa foi suficiente para o cochilo dele. Depois da missa, fomos brincar com ele na pracinha. E foi muito divertido! Mesmo!

Lá tem aquelas motos e carrinhos motorizados e controlados por controle remoto e também tem espaço infantil com piscina de bolinha, pula-pula, escorregador, cavalinhos, enfim... Tudo que uma criança precisa. E o mais legal, mais interação com as crianças. Claro que sendo meu filho, ele fica mais na dele. Brinca ali e se alguém quer o brinquedo, ele simplesmente larga e passa para outro brinquedo sem objeção ou cara feia. Esse é meu menino!

No dia seguinte, havíamos combinado com minhas irmãs, que seus respectivos filhos iriam para minha casa, passar a semana brincando com ele. Nossa! Minha casa definitivamente é ideal para brincadeiras como esconde-esconde e pega-pega! Espaço demais!!!

Também resolvemos comprar uma piscina por R$ 30,00 no Supermercado Extra que sinceramente achei uma piscina enorme! Mas enfim, coube no espaço vazio que tenho em casa, que fica no "salão de festas"... A proprietária do apartamento chama assim, e acabou ficando. Eu é que não sou besta de discordar da mulher, né? Mas enfim! Pronto, a diversão ali se instalou e ficou. Muito bacana mesmo!

 Hoje, o vovô Argemiro faria aniversário se estivesse entre nós. Seria de grande alegria e festa lá na Santa Rosa se eles ainda estivessem lá. Não sei, ainda tenho a impressão que estão.

Vovô avaliando o tempo, reclamando de umas nuvens carregadas que passam longe de suas terras e outras que ao longe dão seus clarões em relâmpagos que ele dizia "Tá boniiiiiiito o tempo ali, ó. Espia ali."

O tempo é verdadeiramente cruel. Ontem por assim dizer, o casal estava naquela casa, e hoje... hoje a casa fica fechada... Só vê movimentação nos finais de semana, quando vamos até lá.

Pretendo ainda neste mês passar uns dois ou três dias lá. Um clima como aquele espairece nossa mente e nos vemos com a mente pensativa em outras coisas, como se os problemas ficassem aqui na cidade grande e lá, a única preocupação é o que vamos assistir mais tarde ou será que vai chover forte ou será que tem milho verde pra assar, enfim...


Bom, vou ficando por aqui, abaixo deixo um vídeo do meu baby tentando jogar bola com os primos... Coisa fofa!

Follow me @izabelesoeiro