terça-feira, 26 de outubro de 2010

Eu fui quaaaaaaaaaaaaaaaaaase...

Bom dia amiguinhos, deixa eu contar uma história bem bacana pra vocês...

Imagina aê essa cena: Você sai do estabelecimento, cantando alegre e sorridente, dirigindo calmamente e daí o sinal (semáforo) fica vermelho. 

Dois carros à sua frente e beleza. 

Você está numa distância de pouco mais de meio metro do veículo da frente e de repente o dito cujo começa a vir na sua direção. Num sei se era porque estava desengatado, sei lá...Só entendo do meu carro que é automático...

Enfim,  começo a buzinar alertando para que o motorista freie a tempo de bater no meu carro, porque não tinha como eu dar ré para impedir se ele viesse pra cima de mim. Percebo que dois carros ao meu lado, começam a buzinar também e o carro continua vindo em minha direção até que...Puft! Bateu.

Me diz: Eu mereço, né não?

Liguei o pisca-alerta e desci do carro pra avaliar o prejuízo. O cara no carro da frente nem se deu ao trabalho de sair do dele. Só perguntou: "Amassou?" E eu: "Claro, né?" E ele: "Pois vamos sair do tráfego para não atrapalhar o trânsito."

Como o sinal abriu, não tive saída...Arranquei atrás dele. Onde quer que ele fosse, eu ia atrás. Até que paramos uns seis metros depois de onde ocorreu a colisão e o homem, na verdade um senhor disse: "Minha filha, me desculpe, eu estava no celular, minha esposa discutindo e eu não vi que estava desengatado e não deu tempo de frear. Pegue meu cartão que tem meu telefone, mande pra oficina para ajeitar seu carro que eu pago o prejuízo. Não precisa chamar perícia ou autarquia, vamos resolver amigavelmente."

Quase vomito um: "PQP, falando no celular enquanto dirige!" mas resolvi apenas responder: "Isso poderia ter sido evitado se o senhor tivesse escutado as buzinadas que eu e outras pessoas deram para lhe alertar." Peguei o tal cartão dele, entrei no meu carro e saí.

O estrago foi razoável, arranhou mais do que amassou mas não foi um bicho de sete cabeças...Mas a chateação foi grande!

E agora de manhã, vim alegre e sorridente para o mesmo estabelecimento e quando chego pra estacionar na vaga do deficiente, encontro um monte de cones impedindo o estacionamento dos carros na praça do Ferreira.

Motivo: a candidata à Presidência, Dilma... ¬¬ Preparativos como se fossem receber o presidente da república.

Putz caramba! Que besteira enorme! Grande porcaria se a concentração da tal caminhada dela pelas ruas do Centro da cidade será na praça. E as pessoas limitadas fisicamente? E os idosos? Se virem pra ir aos seus destinos que eram mais próximos à praça? Ah, me poupe! 

E sinceramente, só mesmo uma pessoa de fora para querer fazer caminhada às 13h... ¬¬ Ela não tem noção do calor insuportável que é Fortaleza no pico do meio dia até às 15 horas. Tomara que ela se hidrate bebendo muito líquido...senão já viu...

Só sei que eu tive de estacionar muito depois da praça e felizmente numa vaga especial para deficiente. Se não encontrasse, teria que dar um jeito de pedir para alguém (provavelmente meus pais) vir me deixar e levar o carro com eles. Pagar estacionamento privativo é o "olho da nossa carinha".

Só Deus sabe o quanto desejo árduamente que acabe logo essa imbecilidade de eleição.  ¬¬

Resumindo: Eu quaaaaaaase pego um pátchia de um prejuízo com meu carro ontem e hoje eu quaaaaaaase fico sem onde colocar meu carrinho... ^^ -- Ainda bem que tive final feliz, né?

E a gripe continua aqui... Me torrando a paciência... A Eva também resolveu dar o ar da graça... Tá uma beleza! Affff... ¬¬

Vou cuidar! Tenho muita coisa pra fazer hoje! Fiquem com Deus!

Xêro no ôi! >.o