quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Sabe quando você se sente A idiota?!

Oi pessoas... Espero que o dia de vocês seja realmente maravilhoso!

Eu continuo aqui com essa gripe chata me torrando a garganta e a paciência... ¬¬

O dia nem começou direito e eu já me estranhei com minha irmã e seus comentários meio sem futuro...

Estou passando por um momento bem delicado na minha vida agora e ao que parece, minha irmã acha que eu deveria estar "aproveitando" enquanto posso e ficou dando dicas para "caçar"...

Que é isso?! E eu lá sou mulher de caçar e me aproveitar de nada?! o_O

Confesso que eu estava me apegando a determinadas situações, ontem fiquei eufórica por ter reencontrado um amigo e a família dele praticamente toda numa rede social mas, sei lá...bate uma coisa dentro de você, de repente você para e olha pra si mesma e diz: Cria vergonha, não fuja da realidade. Você deveria estar arrasada por dentro porque nunca mais você viverá situações das quais você abriu mão.

O pior são as tentativas frustradas de ressucitar falecidos pra mim! (Longa história...Nem vale a pena comentar)

Sem brincadeira, tô me sentindo sem eira nem beira...Me apego as coisas pra não cair em depressão, procuro ao máximo ficar ocupando meus pensamentos com outras coisas, mas tem dias, que infelizmente não dá! 

E as coisas pioraram terrivelmente depois que eu discuti com meu melhor amigo ontem a noite...

Lembra que ontem eu postei dizendo que tinha que parar com minha mania de sinceridade?! Então, ontem a noite eu tive outra crise braba e acabei chateando e muito meu melhor amigo...

E ele jogou cada uma na minha cara, que passei o resto da noite procurando os caquinhos que sobraram da minha testa... =/ O pior é que ele tem razão!

Eu tenho que ser responsável às decisões que tomo. Não posso dar uma de cabra safado (o mesmo que homem safado em cearês) que foge da raia... Tipo, aqueles homens que ficam gritando "gostosa" no meio da rua pra mulherada e de repente, recebe uma resposta a altura e de tão desconcertado foge na hora! Provocou, agora aguenta!

Vou tentar exemplificar pra que possam entender melhor a discussão com meu amigo... Isso me aconteceu antes de namorar meu esposo... 

Então, imagina essa cena: 

Você descobre que está gostando do cara. Ele não demonstra sentir o mesmo por você, mas te trata super bem, você quer então, fazer com que pelo menos, a amizade de vocês dure o resto da vida, se for possível. Daí, surge um batalhão de mulheres dando em cima do dito cara... O que você faz, se ele meio que brinca com você, dando a entender que gosta da atenção fora do normal que você dedica a ele? CAI FORA! 

Eu tenho amor à vida, caramba! Que raios eu vou fazer tentando lutar por alguém sabendo que não tenho chance, sabendo que tem um catatau de mulher em cima dele! É muita pretensão achar que eu, síndrome da Fiona, deficiente, fofinha, vou conseguir desbancar todas as garotas lindas e perfeitas que estão dando bola pra ele! Ora mais, não tem nem conversa, eu não tenho como competir!

Se ele começa a demonstrar ou corresponder algo pra mim, se ele começa a questionar porque eu estou me afastando dele é porque eu vi que preciso fazer isso porque quem vai sofrer no final chupando o dedo sou eu!

Sei que meu amigo ontem tinha a melhor das melhores intenções, é maravilhoso ter alguém que te coloca pra cima, que te mima, que diz o quanto você é especial e importante...Que se sente a vontade pra dizer o que quiser porque sabe que se magoar é porque quer bem e quer que a gente mude...

Só que pra aceitar uma situação dessas, você tem que ter certeza de que não está entrando numa furada! A fama dele, a família dele, a realidade de vocês pode ser gritantemente diferente... Pra que arriscar e perder tudo se eu deveria dar graças a Deus por ter conseguido pelo menos ser amiga dele?!

A realidade basicamente é essa, mas nem sempre acontece pra gente: