quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Obrigada Senhor por me permitir ver a beleza de um arco-íris!

Oi pessoas!
 
Tô viva! Tô bem... Noves fora ter desmaiado duas vezes hoje, mas vaso ruim não quebra! \o/
 
Tanta coisa acontecendo! Tantas emoções! Mas ao mesmo tempo, não estou cabendo de tanta felicidade!
 
Estou trabalhando com algo que realmente me identifico, estou estudando algo que realmente gosto, estou morando no que é meu de fato, estou (apesar da correria do dia a dia) compartilhando minha vida com um ser maravilhoso que Deus colocou comigo e não poderia estar vivendo um momento tão bom e tão feliz como agora!
 
Mas está tudo muito puxado! Graças a Deus!
 
A impressão que se dá é que aquela vontade de reclamar por comodismo tome conta de meu ser mas isso não vai acontecer porque cada vez que esse pensamento tenta tomar conta de mim, eu penso o quanto estou sendo sortuda  e devo aproveitar cada momento em sua plenitude, aprendendo ao máximo tudo o que eu puder e procurando passar também o que eu sei de experiência de vida.
 
Peraí, peraí... Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem... Mas que história é essa de ter tido dois desmaios hoje?
 
Reconheço... Pode dar uma mãozada na tela do computador... Não me alimentei hoje de jeito nenhum... Bom, tô comendo agora enquanto digito o post... Serve? >.< Ai gente, eu sei... é que o tempo realmente tá tão corrido, que quando a gente vai olhar a hora, toma um susto porque já terminou o expediente!
 
A única coisa que está me deixando um pouco receosa é a minha distância do Rehael... Como meu expediente é puxado, meu tempo com ele é apenas quando vou deixá-lo na minha mãe e quando vou buscá-lo para irmos para casa... No percurso, ele dorme e continua a dormir o restante da noite e assim o dia começa novamente...
 
Mesmo assim, a vida pode ser cheia de situações complicadas, estressantes e que tentam nos desestimular, porém, hoje, no caminho do trabalho, em meio ao estresse do trânsito e os intermináveis buracos e obras da companhia de água e esgoto da cidade (sim, isso ainda persiste), quando olho para o mar ao meu lado direito, avisto a formação de um arco-íris. E até chegar ao trabalho, essa beleza divina ficou na frente do carro, iniciando no mar e atravessando pro outro lado, encontrando uma montanha... A sensação e a vontade era de que a qualquer momento eu cruzaria aquele arco, vontade de seguir adiante e ir até onde desse...
 
Então entendi:
 
O tempo fechado para chover, é a adversidade em nossas vidas e o arco-íris é a personificação divina para que não percamos nossa fé e reconheçamos a beleza da vida que nos foi concedida!


Vou procurar não espaçar tanto minha vinda no blog, mas não se preocupem, tá tudo bem! Sério!! ^^


Saudade dos meus amigos blogueiros, Jana, William, Lu e Ju!! Assim que possível, estarei visitando seus respectivos blogs também!