sexta-feira, 8 de abril de 2011

Episódio de hoje: A recuperação...

Tantas situações a comentar... Nem sei por onde começar...

Bom, a tal prova de inglês ao que parece eu consegui me dar bem... Talvez nesse sábado eu saiba a nota.

Felizmente, já sei que estou esperando um menino, que já foi devidamente batizado de Victor Rehyel, e estamos nos aproximando do 5º mês gestacional. Próximo dia 25, será realizado o exame morfológico para tirar todas as dúvidas possíveis sobre qualquer tipo de risco que ainda possa existir (Deus queira que não haja risco algum) e estamos na expectativa... Muitas coisas do Rehael serão reaproveitadas, mas precisamos mudar muitas coisas na casa para aguardar a chegada do Victor.

Ontem, meu digníssimo comprou um novo guarda-roupa para os meninos... Quatro portas e cinco gavetas! ^^ Gostei da escolha!

Eu já comprei uma nova muda de Nim (árvore que tem a raiz bem profunda e não é daquelas árvores que ficam com a raiz espalhada, causando risco de atrapalhar tubulações subterrâneas ou coisa assim... A muda comprada também foi com 4 meses de idade no mesmo período gestacional para homenagear o Victor assim como o Rehael tem sua árvore, que hoje está enorme, com 2 anos e meio de vida e sombra no nosso jardim! ^^

Não queria comentar muito sobre isso mas resumidamente andei passando por momentos críticos de saúde, com infecção urinária e beirando numa generalizada por outros problemas no organismo. E meu maior medo era que isso afetasse meu bebê. Felizmente ele está bem, eu já estou em casa e semana que vem já estarei retomando minha rotina...

Estou ansiosa para retomar meus compromissos, ir para o Shalom, para meu cursinho tão querido de inglês e visitar meus familiares...

Rehael acaba de chegar em casa com minha amiga, com seu cabelo devidamente cortadinho. Uma tentativa de corrigir uma esculhambada violenta que deram no cabelo dele alguns meses atrás... ¬¬ Vou ficar calada senão...

Bom, já segurei muito choro de ontem pra hoje depois que o puríssimo Wellington dizimou 12 adolescentes no Rio. Sei lá... Às vezes eu não sou fã de ver notícias dessa maneira sendo veiculadas com tanto sensacionalismo porque acaba "incentivando" outros "Wellingtons" a fazer o mesmo por aqui... "Ah, já fizeram uma vez, vou fazer também..." Enfim... Concordo com o pensamento das autoridades japonesas, chinesas, enfim... Quando houve o terrorismo nas creches das bandas de lá, as autoridades não permitiram que essa notícia de terrorismo fosse veiculada justamente para não promover novos casos e assim acho que deveriam pensar em fazer por aqui.

Como mãe, eu penso que tudo isso além de ser muito triste, é revoltante, chocante... E mais terrível ainda é a atitude do cara de escolher mais meninas do que meninos... Você acorda de manhã, chama seu filho ou filha pra tomar banho, se arrumar, tomar café e ir pra escola... Quantos pais não se despediram devidamente de seus filhos? Quantos pais não deram um beijo ou um abraço carinhoso? Quantos pais perderam a oportunidade de dizer "Filhinho(a), eu te amo"? Como isso não passa pela cabeça desse criatura? Por que ele achou que essas crianças mereciam passar por isso? Ele por acaso passou por algo parecido para querer vigança? Acho que não. Ele provavelmente não foi apontado e não deve ter escutado: "Você vira pra parede, você vai morrer".

Sinceramente, EU vou rezar muito pela PESSOA muito nobre que for no túmulo dele e orar pedindo o perdão a Deus pela atrocidade feita por este que sinceramente não vai chegar tão rapidinho assim no reino dos Céus. Quem sou eu pra julgar mas, ceifar vidas inocentes, com certeza não é algo que lhe dê vaga certa pro andar de cima... É pra conseguir no mínimo, um cantinho do lado do Hitler... ¬¬

Vou terminando por aqui porque se eu não parar por aqui, é capaz de eu fazer um monólogo dizendo onde esse tal Wellington mereceria ir pelo acontecimento que ele causou...

Um ótimo fim de semana a todos e aos familiares das vítimas, meus sinceros pêsames e votos de recuperação o mais brevemente possível.