terça-feira, 26 de novembro de 2013

O que a miudinha anda fazendo...

Oi gente.

Novos ares antes de terminar meu ano de 2013.

Muita coisa ruim aconteceu. Mais ruim do que boa. Só que apesar de na maioria das vezes eu me pegar com depressão e desgosto da minha própria vida sim, porque sou humana também, e às vezes, a vida não é bela e o céu não é assim tão azul. posso dizer que 2013 ainda nem terminou e já o chamo de o ano da minha liberdade.

Este ano, eu olhei para um lado e para o outro e me dei conta de que não tinha ninguém ao meu lado para me ajudar nas situações rotineiras, coisa que antes tinha uma pessoa pra fazer tudo por mim enquanto eu apenas engordava, sentada na cadeira de rodas, acessando facebook, babando fotos de Robert Pattinson e sem mais nada a fazer.

Este ano, eu tentei trabalhar meio período mas infelizmente não deu certo. Minha limitação venceu e me obrigou a ficar em casa, então assumi minha função de dona de casa. Exatamente no termo propriamente dito de cuidar da casa, dos filhos, comida, roupa, limpeza... enfim.

Estou me vendo ainda muito acomodada em relação a reciclagem de conhecimentos e capacitação. E por isso, tomei uma decisão de buscar uma nova graduação. Algo que eu realmente me identifique e pare e pense, "é isso o que eu quero para o resto da minha vida".

Como minha limitação não me ajuda, vamos atrás da tecnologia. Já vi que tem aplicativos por aí que te ajudam em tudo! De acordar a fazer a lista de compras do mês. Até envia para a sua impressora os documentos que precisa e Voilà!! Lá está, tudo impresso, bonitinho só esperando por você.

Sempre considerei a internet uma aliada e se você não souber aproveitá-la a seu favor, você dança bonito na concorrência.

Então, como sou fã de inglês e meu passatempo favorito é ler livros em inglês, por que não me qualificar melhor, seja para intérprete, professora, tradutora?!

Estou particularmente satisfeita por encontrar instituições reconhecidas pelo MEC que fazem esses cursos EAD (ensino à distância) e sabendo procurar, você consegue fazer um investimento que cabe no seu bolso.

2013 me libertou de muitos paradigmas e agora estou correndo atrás de tudo isso. Apesar de ficar em casa, existem formas de conseguir se qualificar, é tudo uma questão de procurar. Já me acomodei e perdi muito tempo, então agora, vou buscar um futuro melhor para minha família.

Porque é muito fácil vir pessoas apontar dedo na sua cara, debochar de você, duvidar até da sua capacidade, mas ninguém sabe do que você é capaz quando você respira fundo e aprende a dizer NÃO. Não ao comodismo, não aos rótulos, não à desvalorização (pessoal e profissional).

Então, é isso o que ando fazendo.

Se duvidaram da sua capacidade, toma isso com impulso e dá um salto ainda maior! Mostre o que você é capaz. Inveja existe, mas você é superior a isso. Faça a sua parte que o tempo fará o dele.