sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Sonhos que gostaríamos que fossem reais.

Tive um sonho esta noite.

Sonhei com um rapaz que eu não conheço. Mas imediatamente, quando baixei meus olhos para encontrar os dele, eu o reconheci.

E ele me olhava com um semblante quase que como se sentisse alívio, conforto por me ver.

E ele falava que apesar de nunca ter me visto pessoalmente, ele imediatamente sabia quem eu era.

Não nos abraçamos, nem nos cumprimentamos dando a mão ao outro formalmente, mas nós sabíamos o que estávamos sentindo.

Só pelo olhar, nos comunicávamos e dizíamos "sinto muito" um para o outro. Mas nossas vozes buscavam demonstrar indiferença na tristeza que estava estampada em nossos rostos.

A probabilidade desse sonho se tornar realidade é praticamente impossível, mas Deus sabe o quanto desejo que ele consiga dar a volta por cima e consiga ser feliz.