domingo, 27 de julho de 2014

Talento a descobrir

O assunto de hoje é sobre um sonho que existe entre 10 em 10 garotas no mundo inteiro. O sonho de fazer um book fotográfico. (Vixe, exagerei... Será?) De mostrar toda sua vaidade, de ser admirada e se olhar confiante e dizer: Nossa, como sou bonita.

Modelo: Myrna Agra

Quando se trata do público com deficiência física, essa realidade meio que murcha quase que imediatamente porque devido às inseguranças que temos com nossas limitações, expor nossa realidade para as lentes das câmeras é algo que pode ser constrangedor (para nós) e incômodo (para os outros).

De vez em quando, eu visito páginas na internet onde mostram ensaios fotográficos de mulheres com alguma limitação física. E apesar de que com o passar dos anos, muitas mulheres perderam a vergonha de mostrar o que se tem de melhor nelas, ainda existe certa resistência. Você percebe a insegurança no olhar, a postura na imagem... A pessoa não parece estar realmente tão à vontade.

Eu particularmente evito ver imagens de ensaios assim porque pra ficar com olhar inseguro na hora de uma foto, basta euzinha aqui fazendo cara de abestada...

Então, você para e pensa... Ah, mas a maioria das pessoas com limitação física que se permitem fotografar em ensaios são cadeirantes, que ficaram inspirados na novela global "Viver a Vida" (2010) onde a modelo Luciana não deixou que a sua limitação a impedisse de continuar vivendo.



Acho que para uma pessoa que está vivendo esse drama, fazer um ensaio fotográfico vale muito mais do que apenas fazer uma foto. Ela mostra o quanto uma pessoa é bonita, seja como for.

Eu sei como eu sou fisicamente, eu vejo imagens minhas em pé, sentada e sei que não é agradável aos olhos de muitos, mas me sinto bem quando faço uma foto sorrindo, feliz... porque a intensidade do meu sorriso acaba com o preconceito alheio.

Eu tenho o pensamento que talvez alguns concordem, outros não. Mas não existe pessoa "feia".  Sempre tem alguém que se encanta com algo que só você tem, e que te torna linda. Seja o olhar, seja o sorriso, seja a conversa descontraída, talvez seu busto, suas coxas, seus braços... Fisicamente, sempre tem alguém que se vê atraído. A questão é apenas usar esse "coringa" a seu favor. Tenha em mente que ninguém é perfeito. De nada adianta a pessoa ser fisicamente bonita mas ser pobre de assunto, de espírito...

Eu particularmente nunca fiz nenhum ensaio, não porque não queira mas acho que não saberia como fazer e também não encontrei um profissional que topasse o desafio. Uma vez, de brincadeira, eu busquei me fotografar de uma forma que escondesse do joelho pra baixo, ou mesmo só até meus pés. Foi engraçado a reação de quem me conhecia. Queria repetir essa brincadeira, mas num estúdio fotográfico, sabe? 

Quem sabe, um dia...