terça-feira, 11 de agosto de 2015

De igual pra igual...

Hoje o desabafo é meio papo-cabeça...

Ontem eu tive uma conversa muito boa no carro com uma pessoa que admiro muito e ele me disse umas verdades que eu sempre quis ouvir de outros pra "me estapear", me fazer acordar. Algo que eu já tinha consciência mas achava que as pessoas ao meu redor, por tanto me rotular, me classificando como coitadinha, não chegava e me dizia. Pessoas nunca são realmente amigas, se não te dizem a verdade. Amizade é isso.

A conversa de ontem me deu novo ânimo e fôlego sobre minha vida e meu ponto de vista em relação às pessoas ao meu redor. Conclusão: Pare de tentar ser aceita pelas pessoas por ser quem você é. Elas nunca vão enxergar isso. Elas sempre verão o que elas interpretam e acabou.

Eu tenho uma personalidade temperamental e impulsiva. Você pode ver isso nas minhas postagens. Ora odeio determinadas atitudes de alguém, ora baixo cabeça e aceito as frescuras dela... Você acha falsidade? Sinto muito, eu não acho. Todos nós temos algo de bom ou ruim. Se eu conheço teus podres e te aceito mesmo assim, se digo as coisas na sua cara e não nas suas costas, eu me considero em extinção.

Sempre fui muito protegida pela minha família que tentava evitar que eu sofresse com os preconceitos, mas mal sabem eles que eu sofro independente das tentativas de proteção ou não. Mesmo contando nos dedos as pessoas que permito que se aproximem, ainda assim, eu sofro preconceito com essas pessoas. E elas magoam muito mais do que qualquer piadinha ou olhar feio aleatório na rua. De nada adianta ser legal, ser boazinha, ser útil, ser amiga de alguém, se esta sempre vai te olhar de cima, de maneira superior... Olhe VOCÊ de maneira superior à este ser tão superficial e inferior que vive de aparências e acha que sua vida será sempre assim... Pisando, manipulando e usando as pessoas para benefício próprio.

Eu sempre tomei cuidado com esse tipo de ser, porque sempre encontrava dessas obras na minha vida profissional. Mantinha distância segura e usava a educação que meus pais tinham dado para saber tratar bem essa pessoa e poder tolerar bem o convívio com ela. Hoje, eu sei que existem pessoas que fazem isso até com pessoas que acreditam que podem ser suas amigas. Não estou querendo me fazer de vítima, porque se eu fosse tomar satisfações em algum momento, com certeza essa pessoa seria petulante ao ponto de dizer: "Você quem vivia atrás de mim, oferecendo ajuda e tudo mais. Nunca pedi nada." Pois é... Verdade. Cala-te boca, então...

Tudo é questão de interpretação. Até que ponto é considerado saudável ajudar alguém, sem a pessoa se sentir na autoridade de passar isso na sua cara? Até que ponto ser bonzinho demais, ajudando em tudo, talvez se torne sufocante para a outra pessoa querer se afastar? Tudo é questão de interpretação. E falta de comunicação também. O que me deixa p...da vida. Porque se eu me sinto a vontade pra dizer o que penso, você também pode se sentir a vontade pra dizer o que quiser. Mas seja aberto para isso, seja verdadeiro e franco. Amizade é isso. Se doer, escolha as palavras e explique melhor. Não vai magoar tanto quanto você acha...

Os relacionamentos atuais, as personalidades de hoje, estão cada vez mais descartáveis e fúteis. As pessoas acham que a beleza conta mais do que a personalidade. Quando o que tem de mais bonito é a sinceridade de um olhar ou a verdade de um sorriso. O maior charme de uma pessoa vem de seu rosto. E perceber um sorriso falso ou um olhar debochado... Você nem precisa abrir a boca. 

Me vi me perdendo nesse mar de superficialidade e resolvi sair da água. Não é pra mim. Eu gosto de ser útil. Eu gosto de dar alegria para alguém que não espera isso principalmente de mim assim... Eu sou boazinha e posso ser do tipo que qualquer pessoa pode enjoar fácil por estar sempre perto e disposta a tudo. Que seja. Vi pessoas maravilhosas, humildes e guerreiras se transformando em monstros terríveis, superficiais se rendendo a necessidade de manter uma aparência que não possui e espero nunca mais encontrar com elas porque não quero nem imaginar a decepção que já experimentei no começo da transformação. Quero manter distância. E essas pessoas, se um dia precisar de mim, talvez eu estenda a mão, mas minha amizade, jamais.

Eu me aceito como sou. Se você me interpreta errado, problema seu. Oportunidade para dizer o que pensa, todo mundo tem. Se não quer falar, já provou a índole que possui. Não preciso provar mais nada pra ninguém. Vou seguir aqui fazendo o que sei fazer melhor: continuar conquistando esses sorrisos verdadeiros e surpresos, ver esses olhares sinceros derramando alegria e reconhecimento e quem sabe, eu seja lembrada nas orações destas pessoas antes de irem dormir. Prefiro isso do que ser alvo de piadas em conversas entre "amigos" para se fazer de bam-bam-bam, debochando de toda minha boa vontade, tentando a todo custo se fazer especial aos olhos dos outros...

Seja VOCÊ superior à seres como o exemplificado aqui. Sempre temos o desprazer de conhecer pessoas assim, então, jamais permita que elas pisem em você. Isso só vai acontecer se você deixar.