terça-feira, 18 de agosto de 2015

Meu mundo está sem cor...



Ando vendo o mundo ao meu redor sem cor no momento... E não, nada a ver com nenhum problema daltônico ou coisa parecida. Sabe quando você se sente como se estivesse tudo ao seu redor em câmera lenta? Tipo assim...

Estudo, academia, natação, família, amigos... Tá tudo em modo pause no momento pra mim. A parte mais difícil é desprogramar minha mente quando vou me deitar. Marido acorda várias vezes me abraçando por causa dos meus choros e soluços incontidos. Deus sabe que eu estou tentando me fazer de forte mas a sensação é que a cada dia, acontece um novo golpe no meu coração.

Um a um, vou vendo decepções novas e complicadas de aceitar. Perdoar, eu até perdoo mas a mágoa persiste. E dói. E machuca muito. E não sei dizer se o medicamento da deprê não está sendo forte o suficiente pra tanta pancada ou se a dosagem precisa aumentar. Exato, é isso mesmo que quero dizer.

A semana começou tão punk pra mim que pensei que não ia conseguir andar. Precisei do apoio da família toda pra respirar fundo e encarar as coisas que enfrentei. Fiquei tão angustiada que importunei até quem já deixou claro que quer ficar de fora dessa minha novela mexicana.

Acho que reconhecidamente estou vivendo uma situação que eu realmente precisaria de alguém por perto, pra me dar apoio...além de minha família. Que me fizesse ver minha situação por um outro ângulo ou mesmo, sem dizer uma única palavra, apenas me confortar num abraço de "você não está só".

Me sentindo num nevoeiro intenso que parece não ter fim. Tentando me fazer de forte o tempo todo mas a verdade é que eu queria ficar num cantinho encolhida de cabeça abaixada. Estou trocando a noite pelo dia para dormir. Fico olhando meu esposo dormindo tranquilo e sereno ao meu lado e fico boba e arrasada ao mesmo tempo. Um homem perfeito casado com uma mulher como eu. Ele merecia tanto mais...

Não sei mais o que fazer... Me sinto impotente... frustrada... desmotivada...

Ando vendo o mundo ao meu redor sem cor no momento...Minha esperança é no novo dia. É isso que me motiva ainda a não desistir. É acreditar que o dia seguinte pode me reservar uma boa surpresa...Vai que de tanto surpreender as pessoas, alguém finalmente retribua? Quem sabe um dia isso possa acontecer? Uma mensagem, um telefonema, uma carta, uma visita.

Todo dia é uma nova oportunidade que a vida nos dá. Eu sei que isso vai passar. Só preciso ser paciente e tentar aguentar firme mais um pouquinho. Acho que é hora de ouvir músicas... Louvores como Hillsong, All Sons and Daughters, Ed Sheeran, Boyce Avenue e Megan Davis.



Aliás, estou encantada com a voz dessa loirinha (a que toca violão é a Megan, mas as outras duas se garantem muito também...Especialmente a outra loirinha que se chama Jaclyn)... seria o máximo uma parceria dela com o Boyce Avenue. Ambos fazem covers... Ia ser muito show.

Por enquanto é isso... Meu filho mais velho chegou agora e do nada, me deu um abraço bem apertado... Eu tenho anjos dentro de casa. Eu sei que tirei sorte grande. Mas me mata ver que meus dias possam estar contados e que o pior pode acontecer em breve.

Não sei se vou conseguir suportar... Maria me cubra com o Sagrado Manto e afaste o inimigo que teima a minar meus pensamentos. Eu sei que pensamentos negativos alimentam coisas negativas e nada melhor do que ouvir coisas boas, certo? 

Bola pra frente, certo? Quem acredita, sempre alcança...