sábado, 7 de janeiro de 2017

Here we go again!

Oi pessoas, ainda dá tempo de desejar Feliz Ano Novo, certo?

Tive uma feliz passagem com minha família e amigos, mas a gente sempre se sente incompleto, né? Nunca tudo está perfeito, mas não é por isso que não deixamos de dedicar uma oração ou um brinde de bons votos ao novo ano a quem não está ao nosso lado...

Meu 2016 terminou com muitas lições. Novos desafios que me deixaram realmente encantada e digamos que reaproximou e me apresentou pessoas que eu busquei da melhor maneira ficar afastada por temer maiores decepções. Mas cada pessoa que está ao nosso lado tem seu propósito, então, permitamos que fiquem para um café...

 
É... Ainda estou batalhando para melhorar na crença de que, por mais raro que a cada dia fique, nós podemos conhecer ou encontrar pessoas que valham a pena ter por perto. A vida me ensinou que algumas pessoas, logo de cara, nos mostram sua superficialidade. E por mais que nos encantem pela sua energia, charme ou desenvoltura, elas nos ensinam e se vão. Porque esse é o papel delas realmente, são apenas passageiros.

 
Me vejo mais amadurecida como pessoa, como profissional... Claro que levo alguns baques pesados como todos nós levamos, mas felizmente, eu consigo seguir. Um exemplo disso ocorreu já nos meus primeiros dias de 2017, precisamente no dia 04. Deus me deu a chance de ver a vida com outros olhos mais uma vez. Foi um grande livramento o que tive e agora, só me resta tomar mais cuidado e evitar que a violência consiga causar algo maior do que fizeram comigo.

 
No mesmo dia que ocorreu a tentativa de assalto, eu deveria ter ido a uma consulta com a psicologa do SARAH. Ela ia avaliar meu desenvolvimento... Ficou pra fevereiro agora... Mas acho que quando ela souber que minhas crises estão cada vez mais raras e até num momento tão traumático, eu consegui encarar e passar pelo mesmo lugar novamente com minha família, acho que ela vai considerar que estou mais forte. Pelo menos, espero.

 
Tenho expectativa de começar meus exercícios na Academia Fórmula Fitness que é pertinho do meu trabalho (e foi bastante solícitos com meu desafio 2017) já na próxima semana. O SARAH já me deu o relatório onde apresenta que exercícios e equipamentos posso utilizar e agora, é fechar a boca corretamente e comer o saudável. Porém, não pretendo abrir mão de comer algo que gosto vez por outra...

 
Preciso também me preparar para dar continuidade à minha faculdade e ao estágio. Ainda não consigo me visualizar em sala de aula mas fico feliz com a ideia. Não sei se conseguiria rebater as línguas afiadas dos jovens de hoje mas não vou esmorecer. Gosto da ideia de manter minha mente ocupada mesmo que às vezes ela teime em lembrar das oportunidades perdidas e testemunhar o crescimento de outros onde eu poderia ter feito o mesmo mas a saúde sempre me passou a perna.

 
Isso é chato, eu sei... Mas não posso desistir. Dos meus mais de 35 anos (depois dos 35, me recuso a dizer minha idade atual) eu já fui no fundo do poço tantas vezes, meus pais e meu esposo já me puxaram lá de dentro tantas e tantas vezes, que a Samara se recusa que eu retorne porque ela quer sossego e escuridão e eu chego lá fazendo zoada demais...kkkkkkkkkkkkkkkk

E bom, basicamente é isso pessoas... 

Espero sinceramente que este novo ano nos traga muitas experiências felizes... Vou tentar fazer o meu melhor e tenho boas sensações do que está por vir. Porque eu sinto que vai dar certo por simplesmente eu ter real intenção de fazer o meu melhor. Não por mim, mas por minha família. Vamos lá... Um passo de cada vez...

Xêro no ôi!