domingo, 14 de setembro de 2014

Quando você surpreende e é surpreendido, acontece isso...


No dia que isso aconteceu, uma coisa muito chata aconteceu comigo horas depois. Um cara muito folgado, bateu na frente do meu carro e foi embora me deixando com um prejuízo enorme.

O valor que gastei para ajudar o casal que encontrei nesse supermercado foi quase o mesmo que gastei para arrumar o carro depois. Mas quer saber? Não me arrependo de nada que fiz por eles dois.

Não me importei em saber seus nomes, apenas estava lanchando quando escutei sem querer, uma conversa que me partiu o coração. Um casal conversava tão atento um ao outro que nem percebeu que as pessoas ao redor, poderiam ouvir o teor da conversa. Mas eu sinceramente fiquei feliz em ouvir e em ser útil.

Eles decidiam que produtos conseguiriam levar para garantir a alimentação naquela semana. Tinham pouquíssimas coisas na cesta de compras deles. 

Eu pedi desculpas por escutar a conversa e pedi licença para a mulher me ajudar a levar um carrinho de compras, já que devido minha limitação, eu não tenho como manobrar um carrinho de compras e ainda andar com minhas bengalas. Eles pareciam decididos a ir embora mas insisti e ela concordou. O marido veio junto, pegando itens que eu pedia que estavam em pontos altos que eu não alcançava e consegui encher o carrinho.

Insisti para eles me ajudarem a levar as compras pro meu carro, e foi aí que eu contei que todo aquele mercantil seria para eles dois. Não dá pra explicar a emoção que a gente sente quando percebe que aquela pessoa está feliz por sua causa. Eles me abraçaram e choraram muito pela minha atitude e se mostraram preocupados porque tinha sido um valor consideravelmente alto e não tinham como me pagar. 

Eles me pagaram com aquele brilho no olhar e aqueles sorrisos. Coloquei-os no táxi e o mais legal foi que o taxista se sensibilizou com o que eu fiz e disse que não ia cobrar a corrida para o casal.

Mesmo horas depois de ter tido meu carro covardemente detonado pelo tal mané que eu comentei no início desse post, eu corri para uma oficina e busquei um orçamento que pudesse resolver da melhor maneira o estrago que causaram. E o cara na oficina foi tão bacana que resolveu grande parte do estrago ali, na hora!

E ainda naquele mesmo dia, eu pude ser útil a mais alguém.

E assim vou seguindo minha vida. Essa não é a primeira vez que faço coisas por pessoas desconhecidas, espero que não seja a última também. E tenho certeza de que tanto na terra, como no céu, minha alma foi vista com carinho.

Não sei qual dos dois me contatou mas fiquei verdadeiramente feliz pela consideração de me procurarem e deixar esse recado. Daí a razão de dedicar esse post a vocês.

Que Deus conceda-os grandes alegrias. Que essas necessárias provações no momento, possam engrandecer suas almas e nunca percam a fé. Melhores dias virão brevemente.

Xêro no ôi!